18.6.15

Fotografia P&B x COR x DIGITAIS… Quem sobrevive?

Quando conversamos com pessoas que tiveram parte de sua vida retratadas em preto e branco, inevitavelmente há uma reverência  à fotografia colorida. Muitos testemunharam as várias maneiras de colorir a foto, como através da fotopinturaPode parecer óbvio, mas quem viveu a transição acompanhou essa grande evolução na fotografia sabe o valor da descoberta e seu aperfeiçoamento. 

Fotopintura em papel 1943 - Acervo Família Moreira - Reprodução Cássia Xavier  2012

O mais curioso nessa história é o tempo de vida destas fotografias que passa facilmente dos 100 anos para mais. Claro que hoje com a ajuda da Conservação muitas sobrevivem por mais tempo.


Coleção George Eastman House -  Paris c.1918 - Fotógrafo Lewis Hine

Confesso que minha verdadeira paixão está na fotografia p&b, sem desmerecer de forma alguma a fotografia cor, com a qual trabalho muito. Porém não posso deixar de relatar a emoção que tantos sentem ao ver sua primeira imagem preto e branco surgindo no banho do revelador e o quanto poética ela pode ser. 
Mas olhando arquivos pessoais você pode tirar suas conclusões, compare uma foto da sua infância, com a dos seus pais e dos seus avós. Muitas perderam a cor original e estão claramente com predominância de uma tonalidade, como no caso abaixo a  imagem com predominância da cor magenta, dando um exemplo de deterioração.
No entanto a imagem está visível, pode se ver o bonde, as malas, e as árvores. Claro que tanto a fotografia cor como p&b (entre outros processos), podem esmaecer com a ação do tempo e ir perdendo a nitidez. Deteriorações muitas vezes irreversíveis, mas  a casos que são resolvidos com restauração digital

Acervo Família Moreira - Cartão Postal - Rio de Janeiro -s/d


Hoje, com a fotografia digital, a conservação se tornou mais complexa para ambas: os vários tipos de laboratórios,  as várias formas de impressão e ampliação fazem Instituições, Museus, Conservadores e Fotógrafos olharem para frente e ver por quanto tempo estas fotografias digitais vão sobreviver. Sejam elas coloridas ou preto e branco, muitas duvidas cercam este tema, mas quantas respostas temos?!
Ampliem suas fotos, façam fotolivros, guardem no CD, agora DVD, CD e DVD apenas para uso frequente, usem a nuvem, migrem e migrem, tenham dois HDs… 
Ufa!! Eis o desespero!!
E tudo sem garantia de nada, a evolução e aperfeiçoamento das técnicas, também caminharam para a "cultura do descarte" e por isso a palavra de ordem é MIGRAR. 
Mas isso também não é garantia, nós conservadores e fotógrafos pregamos o tempo todo isso, não só nos locais de trabalho, mas para familiares e amigos. No entanto muitas vezes falamos sozinhos!
Eu desafio você a pegar seu primeiro CD de fotos e colocar para abrir no computador em seguida ou antes como queira, procure a caixa de sapato no armário. 
Pode se surpreender com a imagem que desapareceu!


  


Nenhum comentário:

Postar um comentário